Água da transposição só será bombeada para a PB em caso de emergência, diz Governo Federal

  • Post author:
Água da transposição só será bombeada para a PB em caso de emergência, diz Governo Federal

O trecho do Eixo Leste da Transposição do Rio São Francisco que entra na Paraíba, inaugurado em 2017, na cidade de Monteiro, no Cariri, está com o bombeamento parado desde fevereiro de 2020, conforme declarou o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (AESA), Porfírio Loureiro.

O gestor, no entanto, afirma que a solicitação do religamento do sistema já foi feita ao Governo Federal, mas o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) confirmou que o fornecimento de água só será restabelecido em caso de emergência.

Loureiro informou que o Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), responsável pela gestão do manancial no âmbito nacional, tem dado preferência a situações emergenciais, nas quais, segundo reconheceu, a Paraíba não se enquadra no momento atual, não havendo risco de desabastecimento.

O MDR, em nota oficial divulgada no fim do mês de janeiro, confirmou essa informação, que, de acordo com o presidente da Aesa, segue sem alterações.

Para 2021, ele informou que o Estado pediu, no Plano Operativo Anual (POA), um volume de 117 milhões de metros cúbicos. “Encaminhamos o POA à Codevasf (Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba) desde outubro de 2020, já com informações referentes também aos anos de 2022 e 2023. Em seguida os dados são enviados à ANA (Agência Nacional de Águas), que delibera sobre as demandas”, explicou Loureiro, garantindo que não há qualquer problema técnico, operacional ou estrutural que impeça a chegada da água à Paraíba neste momento.

Porfírio contou ainda que na semana passada houve um religamento breve do bombeamento apenas para manter a integridade da estrutura.