Energia mais cara tem impacto maior nas famílias de baixa renda

  • Post author:
Energia mais cara tem impacto maior nas famílias de baixa renda

A conta de luz mais cara está pesando muito mais para as famílias que ganham menos. A energia elétrica acumula alta de 10% este ano, 21% nos últimos 12 meses. Bem acima da taxa média da inflação oficial.

A energia mais cara, que pesa no bolso de toda a população, tem um impacto ainda maior nas famílias de baixa renda. Em média, a conta de luz corresponde a 4,5% do orçamento dos brasileiros.

Mas pode comprometer até 10% da renda de famílias que ganham até dois salários mínimos. Ou seja, de cada R$ 100, R$ 10 vão para a conta de energia.

E não é só com energia elétrica que o brasileiro está gastando mais. Em agosto, 72% dos itens avaliados pelo IBGE aumentaram de preço, o maior percentual do ano.

Segundo especialistas, faltou planejamento do governo para contornar a crise hídrica. Com os reservatórios vazios, foi necessário ligar termelétricas, que produzem energia mais cara, e ainda importar energia. Este mês, começou a valer a bandeira escassez hídrica, que encarece ainda mais a conta até o ano que vem.

Com informações do G1